Inspiração

Hoje é o regresso dos Lobos, em jogo teste contra a Namíbia, com uma equipa técnica renovada e um grupo de jogadores oriundos das seleções jovens que se juntam aos mais experientes ainda em atividade internacional. Motivados e expectantes iremos defrontar uma seleção mundialista que vem de um período de grande ritmo internacional onde defrontou a Alemanha, Canadá e Barbarians Franceses. Esta equipa é treinada pela força, determinação e conhecimento de um treinador paraplégico, condição ímpar em todo o universo da modalidade, que é uma inspiração na aquisição da vantagem mental para a superação. O seu exemplo eleva o compromisso, a forma de estar e a valorização pessoal de cada jogador no espírito de sacrifício e disciplina diários fundamentais no desporto de alto rendimento. Taticamente têm uma postura tipicamente sul africana na conquista de espaço territorial e num jogo assertivo do ponto de vista estratégico. Fazem da conquista da bola, do jogo ao pé e da defesa as suas principais armas. Quando têm espaço são igualmente perigosos e rápidos no jogo à mão! Estão aqui reunidos os ingredientes para, o que se prevê, um jogo atrativo e de grau de dificuldade intenso para os Lobos. A diferença da média de idades e da altura, entre as duas equipas, não é significativa mas no peso já se sente a diferença uma vez que os Namibianos têm em média quase mais cinco quilos por jogador. Não sendo determinante este fator poderá ajuda-los nas situações de confronto físico onde Portugal terá que procurar uma abordagem inteligente, sustentada numa superior execução técnica.

Aos mais atentos, este particular, até pode parecer uma armadilha uma vez que será o único que a seleção nacional terá direito na janela internacional promovida pela nova World Rugby (antiga International Rugby Board), mas não! O facto de estar presente no mundial é por si só um critério na atribuição ou não de jogos por esta instituição, privilegiando as nações apuradas em detrimento de todas as outras. A decisão de terem proporcionado um jogo a Portugal é um fator de reconhecimento pelo esforço efetuado no desenvolvimento global da modalidade. 

Data: 21.11.14
Partilhar »