Olhar para dentro

Correu da pior forma o jogo de Portugal no play off de acesso à divisão B europeia, os Belgas numa segunda parte de alto gabarito estratégico conseguiram empurrar os Lobos para os seus 22 metros, conseguindo os pontos fundamentais para garantir a preciosa vitória. Portugal não jogou mal, antes pelo contrário, depois de estar a perder por 14 – 0 teve a capacidade de interpretar um rugby dinâmico e expansivo que permitiu a reviravolta para os 15-14 ao intervalo mas o pior estava reservado para a segunda parte... com a lição bem passada no balneário a seleção Belga fechou o jogo pelos seus avançados e como seria previsível ao dominar na formação ordenada deixou a jovem equipa portuguesa em apuros e sem bola, retirando dessa forma os argumentos técnicos para conseguir o principal objetivo da época: a subida de divisão. O pior motivo da permanência no grupo C é ser competitivamente pouco atrativo dada a pouca valia técnica das seleções adversárias mas por outro lado permitirá a consolidação de um processo gradual de crescimento. A seleção nacional irá recomeçar um processo de desenvolvimento do zero que em nada é mau presságio para o rugby português, as equipas e os resultados são cíclicos e por vezes o despertar para outros voos competitivos requer tempo e a paciência para se poderem consolidar os métodos implementados. Talento, qualidade e vontade existem em doses mais do que suficientes! É tempo de olhar para dentro e aproveitar a oportunidade para tornar o campeonato nacional mais exigente do ponto de vista competitivo tornando-o rigoroso na área organizativa. A federação já o está a fazer com as recentes mudanças efectuadas e com a ajuda dos dirigentes do clubes está em vista o almejado arranque de uma liga ibérica. Outra boa noticia é o regresso do histórico Benfica e do mítico Évora ao principal escalão nacional. Esperemos que consigam reunir apoios necessários para tornarem os seu planteis capazes de competir a um nível claramente superior ao que estão habituados. Hoje em Setúbal, no estádio do Vale da Rosa há jogo a não perder, a vice campeã nacional Agronomia defronta o Cascais na final da taça de Portugal. 

Data: 20.05.17
Partilhar »