Mundial de Futebol 2010 - Mundial para Ganhar

Mundial para Ganhar...

Começou o Mundial com os Sul-africanos a aderir em massa, mesmo sendo o Rugby a modalidade nº1 daquela nação. Espanha, Brasil e Argentina partem numa primeira linha de favoritos, logo atrás surge a Itália, Alemanha e porque não Portugal? Como surpresas temos os Estados Unidos, muito bem preparados; Africa do Sul, a jogar em casa e a Sérvia, pela qualidade individual dos seus futebolistas e o colectivo do seu futebol. Portugal com uma preparação extremamente cuidada e detalhada optou pela oxigenação do treino em altitude, permitindo assim o aumento do nível de glóbulos vermelhos no sangue que possibilitará uma melhoria do rendimento físico sempre que jogar ao nível do mar. Só quem nunca jogou em altitude é que não compreende a moleza, cansaço e desidratação que a prática desportiva competitiva provoca nestes ambientes. Esta na hora de conjugar a intenção de ganhar com o inevitável stress e ansiedade competitiva inerentes aos momentos de grande tensão... Ganhar ou perder, fará a diferença. Com jogadores habituados a estas sensações e afectações fisiológicas, Portugal não pode nem deve temer a respeitosa selecção da Costa do Marfim. Entrar a ganhar e começar bem não é tudo! Mas poderá significar muita coisa, mais do que vencer um jogo, Portugal, ganhará confiança e o apoio incondicional dos milhões de apaixonados adeptos que tem em todo o mundo.  Adversidades surgirão com certeza, com ou sem Drogba os Africanos têm uma enorme potência física traduzida na sua explosividade e velocidade. Talhados para atacar, abrem enormes brechas defensivas que deveremos saber explorar. Com outros dois adversários nada fáceis, o super candidato Brasil e a estranha mas perigosa selecção Coreana (excelente a comunicação do seu capitão ao expressar facilmente a atitude competitiva da sua selecção: “nós não jogamos para empatar porque assim arriscamo-nos a perder”) Portugal tem que se superar, bebendo a motivação que os adversários nos oferecem... Abrindo caminho e ambicionando o mais alto título futebolístico Mundial. Fugir à temível Espanha e encontrar adversários mais acessíveis nos quartos de final, poderá ser uma estratégia para chegar longe... Será que é este o Mundial para ganhar?

Data: 14.06.10
Fonte: JN - Jornal de Notícias
Partilhar »